10 ANOS

Desde julho de 2007 a debater ideias e a defender causas.

Raif Badawi o Direito de Ser Blogger

Somos todos Raif Badawi, se acreditamos que a liberdade de expessão é um direito inalienável da Pessoa Humana, então todos somos Raif Badawi.

O Humanismo

O Humanismo mais que uma ideologia é uma praxis ao alcance de cada um de nós, somos chamados a fazer o que estiver ao nosso alcance e de acordo com as nossas possibilidades em prol do bem comum.

A Terceira Idade e a Cultura Intergeracional

A revolução grisalha, e a cultura de uma sociedade intergeracional, juntanto-se a todo o conjunto de uma cultura de inclusão, a força da juventude e a sabedoria da idade produzem um mundo novo.

Solidariedade Social

A solidariedade social, mais que comunhão de esforços em prol de causas é o dar-se em prol dos nossos semelhante, é um dos temas centrais deste blog,.

Trabalhos Académicos, do Serviço Social e Sociologia à Ciência Política

Desde 2010 que o Etcetera, disponibiliza para consulta, um conjunto de estudos académicos de várias áreas da ciência, como sociologia, psicologia, ciência política, economia social entre outras.

Sugestões de Leitura - Lista de Livros

Lista de Livros, sugestão dos mais importantes da Literatura Universal e Humanista, o mais importante é ler bons livros e não sermos guiados pelos livros da moda.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Pablo Neruda - Queda prohibido


Queda prohibido llorar sin aprender,
levantarte un día sin saber que hacer,
tener miedo a tus recuerdos.

Queda prohibido no sonreír a los problemas,
no luchar por lo que quieres,
abandonarlo todo por miedo,
no convertir en realidad tus sueños.

Queda prohibido no demostrar tu amor,
hacer que alguien pague tus deudas y el mal humor.
Queda prohibido dejar a tus amigos,
no intentar comprender lo que vivieron juntos,
llamarles solo cuando los necesitas.

Queda prohibido no ser tú ante la gente,
fingir ante las personas que no te importan,
hacerte el gracioso con tal de que te recuerden,
olvidar a toda la gente que te quiere.

Queda prohibido no hacer las cosas por ti mismo,
tener miedo a la vida y a sus compromisos,
no vivir cada día como si fuera un ultimo suspiro.
Queda prohibido echar a alguien de menos sin
alegrarte, olvidar sus ojos, su risa,
todo porque sus caminos han dejado de abrazarse,
olvidar su pasado y pagarlo con su presente.

Queda prohibido no intentar comprender a las personas,
pensar que sus vidas valen mas que la tuya,
no saber que cada uno tiene su camino y su dicha.

Queda prohibido no crear tu historia,
no tener un momento para la gente que te necesita,
no comprender que lo que la vida te da, también te lo quita.

Queda prohibido no buscar tu felicidad,
no vivir tu vida con una actitud positiva,
no pensar en que podemos ser mejores,
no sentir que sin ti este mundo no sería igual.



É Proibido

Fica proíbido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer
Ter medo de suas lembranças.

Fica proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo,
Não transformar sonhos em realidade.

É proibido não demonstrar o seu amor
Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e pelo teu mau-humor.
É proibido deixar os amigos
Não tentar compreender o que viveram juntos
Chamá-los somente quando necessita deles.

É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
Fingir que elas não te importam,
Ser gentil só para que se lembrem de você,
Esquecer aqueles que gostam de você.

É proibido não fazer as coisas por si mesmo,
Não crer em Deus e fazer seu destino,
Ter medo da vida e de seus compromissos,
Não viver cada dia como se fosse um último suspiro.

É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar,
Esquecer seus olhos, seu sorriso, só porque seus caminhos se
desencontraram,
Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente.

É proibido não tentar compreender as pessoas,
Pensar que as vidas deles valem mais que a sua,
Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.

É proibido não criar sua história,
Deixar de dar graças a Deus por sua vida,
Não ter um momento para quem necessita de você,
Não compreender que o que a vida te dá, também te tira.


Fica proibido não buscar a felicidade,
Não viver sua vida com uma atitude positiva,
Não pensar que podemos ser melhores,
Não sentir que sem você este mundo não seria igual.

Pablo Neruda 


contador de visitasLeituras visualizações

Sobre o Autor                                                                           
Filipe de Freitas Leal é Licenciado em Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. É estagiário como Técnico de Intervenção Social numa ONG, vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, Blogger desde 2007, com o ideal de cariz Humanista, além disso dedica-se a outros blogs de cariz filosófico e poesia.

7 Biliões de Seres Humanos sobre a Terra

A 31 de outubro seremos na Terra 7 Biliões de Seres Humanos, 7 Biliões de percursos de vida, 7 Biliões de histórias, de culturas, de crenças, de tradições e de fé.
Que possibilidades para esta nova realidade humana num mundo cada vez mais pequeno e com menores recursos? Há que acreditar que é possível encontrar respostas, soluções e juntarmos esforços por um mundo novo.
O Reflexo de uma grande população, é sem sombra de duvida o aumento da interculturalidade nas sociedades modernas, através das migrações transnacionais e dos seus fluxos e influxos. Mas há que ter em conta que num mundo onde os recursos quer naturais, quer agricolas e industriais estão a ficar escaços, como o espaço habitavel, e as consequencias de desflorestação trezem também consequencias ao eco-sistema que já vem reagindo à ação da Humanidade, com alterações climáticas e catastrofes naturais.
A pobreza é sem duvida uma das consequencias mais visiveis num mundo com uma sobre-população grande e advindo daí um indice de crescimento demográfico ainda mais acentuado, visto a riqueza estar mal distribuida.
Para além do crescimento via natalidade, há o facto de os indices de aumento da expetativa de vida e da expetativa de vida saudável estarem a subir, e haver um aumento da população idosa, e por sinal havendo muitos idosos ainda em possibilidade de vida ativa.
Para se equilibrar toda esta problemática há que se juntar esforços, na busca de respostas capazes e coerentes para a construção de um mundo sustentável e com espaço para todos, não é só um papel dos políticos, é o papel de todos, precisamos despir preconceitos, romper barreiras e juntos com cientista, sociologos, assistentes sociais, filosofos, economistas, psicologos, engenheiros, empresários, médicos, professores, homens, mulheres, novos e idosos juntos criarmos o que só nós poderemos fazer, que é exigir dos responsaveis uma nova politica, uma política HUMANISTA em prol da Humanidade.
Referências:  
·         Demografia / Infopédia.
·         CIA Factbook


Autor Filipe de Freitas Leal

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

sábado, 29 de outubro de 2011

Família e Adoção - II Congresso Internacional

A Adoção e a Família estão em constante debate, foi este o tema do "II Congresso Internacional de Adoção", que decorreu de 13 a 15 de Novembro de 2011, na Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa, tendo como tema principal "Família e Adoção - A Construção de Uma Identidade".
O Congresso teve a parceria do ISS Instituto de Segurança Social, SCML Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e da Associação CrescerSer, trazendo para o evento que de âmbito internacional, diversos especialistas de vários países, de variadíssimas áreas profissionais ligadas ao tema, desde psicólogos, advogados, professores entre outros, tais como a brasileira professora e investigadora Lídia Weber da Universidade Federal do Paraná, Antónia Pedroso de Lima do ISCTE, o professor Doutor Fausto Amaro do ISCSP, Cecile Mourin, especialista francesa em direitos da criança e da adoção, entre outros.
O evento teve lugar no dia 13, pelas 10h00, tendo a inauguração do congresso, sido feita por uma apresentação livre dos trabalhos do congresso no Museu do Oriente em Lisboa, seguiu-se depois pelas 17h30 a apresentação do filme, "O Selo do Dragão" com a presença do realizador Vicent Dragon.

Autor Filipe de Freitas Leal

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

Oportunidades Num Mundo de 7 biliões

Realizou-se dia 26 de Outubro, quarta-feira, pelas 10h00, o evento na AR Assembleia da República que fez a apresentação pública do “Relatório da Situação da População Mundial 2011” com o tema “Pessoas e Oportunidades num Mundo de 7 mil milhões”, teve lugar no Auditório do Palácio de São Bento, no edifício novo.
Se por um lado é motivo de comemorações e eventos, é certo que também o é de alguma preocupação com a sustentabilidade não só do planeta mas também da qualidade de vida que cada um, e o conjunto em si terá num mundo superpovoado, e é nesse sentido que há a necessidade de se debater o problema para que a sociedade civil e os lideres políticos de todo o mundo consigam obter respostas capazes de equilibrar os recursos disponíveis, diminuindo o fosso de pobreza e criar um desenvolvimento ecologicamente sustentável.
No cerne dos problemas debatidos num mundo super populoso com o nível de desenvolvimento que a humanidade atingiu, torna-se necessário a luta por uma verdadeira igualdade de géneros, respeito pela dignidade humana em todos os seus sentidos, combatendo assim as bolsas de exclusão e preconceito que teimosamente se mantém contradizendo o desenvolvimento tecnológico em que vivemos.
O debate teve como temas principais os seguintes:
- Jovens um novo poder global.
- Segurança, força económica na velhice.
- A fertilidade humana e o que a influencia.
- O impacto das migrações.
- Urbanismo, programar o crescimento das cidades.
- Partilha e sustentabilidade dos recursos naturais.
Estes e muitos outros assuntos pertinentes ao tema, foram debatidos no evento, por um conjunto de pessoas da GPPsPD Grupo Parlamentar Português sobre a População e o Desenvolvimento, UNFPA Fundo das Nações Unidas para a População e a APF Associação para o Planeamento da Família.
A abrir a sessão esteve um conjunto unicamente formado por mulheres (sinal da evolução na sociedade portuguesa face à igualdade de Géneros) Assunção Esteves, Presidente da Assembléia da República; Tânia Cooper Patriota do UNFPA; Catarina Furtado embaixadora da Boa Vontade do UNFPA e Maria Antónia Almeida Santos, Deputada do GPPsPD.

Sites Relacionados: www.unfpa.org - www.apf.pt - www.ar.org.pt

Autor Filipe de Freitas Leal

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Concurso Fotográfico - Diálogo e Compreensão

No âmbito do Ano Internacional da Juventude, (agosto 2010/2011), realizou-se um concurso de fotografia para jovens dos 12 aos 30 anos, tendo por titulo e lema "Diálogo e Compreensão Mutua", recebendo o apoio da AFP Associação de Fotografos Profissionais de Portugal, e do IPJ Instituto Português da Juventude e tendo sido divulgado inclusivamente pela ACIDI Alto Comissariado Para a Imigração e Dialogo Intercultural.
O mentor do projeto é o fotografo e embaixador do Ano Internacional da Juventude (AIJ), André Boto (26 anos), que recebeu na Alemanha o Prémio "Melhor Fotografo Europeu" em 2010, atribuído pela FEP - The Federation of Europeans Photographers.
A pertinência deste concurso, reside no objetivo de promover o diálogo intercultural, fazer os jovens acreditar e a assumirem o seu importante papel na sociedade, bem como de um importante grupo integrador e elemento de inclusão social, derrubando assim os preconceitos, e promover a aproximação pela arte e pelo diálogo gerando um ambiente de igualdade, a cultura da cidadania ativa e consciencializar para a denuncia de toda e qualquer discriminação de raça, credo, nacionalidade, idade e género.
Esta iniciativa, teve também o objetivo de despertar nos jovens o gosto pela fotografia e a expressão artística que surge como elemento fulcral e unificador da mobilização, tendo sido efetuado em dois grupos,  um para as faixas etárias de 12 a 17 anos e outro grupo para os 18 aos 30 anos.
Portal da JuventudeAqui.
Ficha de InscriçãoAqui.
RegulamentoAqui.


Autor Filipe de Freitas Leal

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

A Primavera Árabe

A primavera árabe, que surgiu no inicio deste ano na Tunísia, tem vindo a conquistar o seu espaço, derrubando ditadores, angariando o apoio e a simpatia do ocidente em particular a Europa, apoio sem o qual não teria sido possível derrubar os regimes de Bem Ali na Tunísia em primeiro lugar, seguindo-se Hosni Mubarak, Abdullah Saleh do Iémen que já não comanda o país e por fim caiu o sanguinário regime de Muammar Kadhafi.
O novo regime está nas mãos dos rebeldes, com o apoio da OTAN (NATO), tendo sido no entanto deplorável a maneira como mostraram a justiça pelas próprias mãos, deitando fora a civilidade que a democracia exige para ser plena.
No meu entender a Líbia perdeu a oportunidade de mostrar ao mundo que é capaz de ultrapassar as divisões tribais, é difícil dizer hoje o que será amanhã a Líbia, é incerto até que ponto as democracias vencerão, sabendo-se no entanto que na aldeia global que nos cerca e nos aproxima mais uns dos outros, onde a informação escrita, sonora e visual é um facto incontornável e que graças a isso o modus vivendi ocidental suscitou a ânsia de liberdade e respeito, algo que faltava nos países árabes, em particular contra as mulheres e as minorias étnicas e religiosas, haja visto o caso do Egito, em que os cristãos coptas tiveram que sair à rua para exigir que sejam respeitados, para denunciar o ódio religioso.
Há ainda muito caminho para ser percorrido, há ainda muitos direitos que terão de ser reivindicados e conquistados, pois A Liberdade não se recebe como uma oferta, mas é antes uma conquista.
Espero que seja uma realidade cada vez mais presente no mundo árabe, a liberdade, a democracia, a sã convivência com os cristãos e o ocidente, mas também o reconhecimento de que Israel tem direito a existir, afinal há espaço no mundo para todos nós, devemos criar sem medo e com determinação o espaço para a paz entre os povos.
Autor Filipe de Freitas Leal

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Gilad Shalit Regressou a Israel


    Após 5 anos de cativeiro na Faixa de Gaza, tendo sido raptado em 25 de Junho de 2006, pelo movimento radical islâmco Hammas, o soldado israelita Gilad Shalit, pode por fim regressar ontem a Israel, para junto dos seus, na cidade natal de Gilad Shalit, em Nahariya, ouviu-se o toque do Shofar para comemorar este dia histórico para Israel e o Povo Judeu.
        Gilad foi libertado, em troca da libertação de presos palestinianos que do Hammas, quer da Fatah que estavam em prisões de Israel, e que estão agora em liberdade na Faixa de Gaza, de onde não poderão sair.
        Este dia é um grande dia para a causa da paz, e Israel mostrou ao mundo a sua boa vontade e suas boas intenções no intuito de se construir a paz com transparência.
        “Apresentei ao governo um acordo que devolverá Gilad Shalit são e salvo a seus pais e a todo o povo de Israel em alguns dias”, Afirmara o Primeiro-Ministro israelita Netanyahu dias antes do acordo, que foi feito com o patrocínio e esforços do governo egípcio, a quem Benjamim Netanyaju agradeceu, e este acordo é visto pela comunidade internacional como um esforço sincero de Israel na busca da paz.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Dou.pt e Eu Dou, no Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza


Porque o problema não está geralmente na quantidade dos recursos mas na sua distribuição, comemoramos hoje o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza através do destaque de uma iniciativa que será lançada daqui a duas semanas, mas que convida desde já  todos os interessados a ligar-se, quer ao seu propósito, quer ao seu movimento.
 
O portal www.dou.pt assume-se como o site das dádivas de objetos sem uso e que terão nova utilidade junto a pessoas carenciadas ou Instituições. Trata-se de uma iniciativa da ESCALA – Associação para o Desenvolvimento Sustentável, que terá a sua apresentação oficial no dia 3 de novembro na Fundação Calouste Gulbenkian.

O site é fruto do Movimento EU DOU e arranca a 31 de outubro, podendo ser seguido desde já pelo Facebook (aqui) e também pela rede social Twitter (aqui), onde irá certamente angariar fãs para o “ebay de doações”, que coloca o seu objetivo imediato nos 22 milhões de euros a “recolher” nos 3 primeiros anos de atividade.

Quanto às doações, não serão aceites alimentos, apenas objetos, desde roupa a aparelhos eletrónicos. Será o próprio doador, quer seja uma pessoa ou entidade, que terá a tarefa de anunciar o seu próprio produto de dádiva no site que, organizado por proximidade geográfica, será no fundo uma rede social. Vale a pena visitar o site e divulgá-lo. Para já apenas se podem ligar para receberem mais novidades, mas muito proximamente poderão começar a doar.

Para mais informações ver aqui.
Para o www.dou.pt, clicar aqui.

Autor Filipe de Freitas Leal

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

domingo, 16 de outubro de 2011

Insistente Social - O Blog e a voz do Serviço Social

O Insistente Social é um blog destinado aos profissionais, estudantes e interessados na Solidariedade e Serviço Social, tem como objetivo de divulgar eventos, o debate de ideias no serviço social, a divulgação de livros e revistas técnicos pertinente aos interesses da área.
O blog tem vários links a outros blogs similares do serviço social em Portugal e no Brasil, bem como links de sites de organismos governamentais e de ONG's com interesse relevante no serviço social de língua portuguesa.
Para aceder: http://insistente-social.blogspot.com/


Autor Filipe de Freitas Leal

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

sábado, 15 de outubro de 2011

Maus Tratos na Infância - O Site da Proteção à Intervenção

Um Blog com uma causa justa, o "Maus Tratos na Infância" é interessantíssimo espaço público na internet, onde é abordado o tema dos maus tratos contra crianças e jovens, mas também sobre a violência doméstica, bem como das respostas à temática.

A autora do site/blog é Leonor Brito, com vasta formação na área, licenciou-se em educação de infância no ESEAG, seguiram-se cursos avançados em proteção de maus tratos na infância e juventude no ISPA, de uma pós-graduação em psicologia comunitária pelo ISCTE, e pelo mesmo instituto é hoje mestranda em psicologia comunitária e proteção de menores.

O site é da maior importância para a área do Serviço-Social, pelo que recomendo a todos que estão a estudar e trabalhar nessa área, para virem a este site buscar inspiração e conhecimentos para a intervenção.
          

Manifestação de 15 de Outubro - A Democracia Sai à Rua -

"Fora, Fora Daqui, a Fome, a Miséria e o FMI"
Todos os Humanistas e homens e mulheres de boa vontade, de todos os credos, etnias, nacionalidades e condições, indignados com a situação atual da economia mundial e das políticas recessivas, no nosso país, foram convocados a participar na marcha que ocorreu em vários locais de Portugal, Europa e em mais de 80 países do Mundo atravessando os 5 continentes, com o objetivo de fazer ouvir a nossa voz, a voz dos INDIGNADOS, numa marcha de Protesto por uma Democracia mais ampla e uma economia mais justa, bem como por uma sociedade onde a cidadania seja real e participativa.

A Condição Sine Qua Non é A NÃO VIOLÊNCIA, a paz entre os homens é sem duvida a marca do Homem novo, por uma nova civilização.

O Protesto foi convocado em Portugal por diversas entidades politico.partidárias, sindicais e culturais que pretendem defender os interesses dos indignados portugueses, tão humilhados pelas politicas de um capitalismo cada vez mais feroz e sem rosto, onde as pessoas contam cada vez menos nos seus direitos e são cada vez mais forçadas a pagar a crise que não criaram, vivendo amordaçados numa democracia fantoche e hipócrita.

O Protesto (Manifestação) teve inicio às 15h00 em vários locais de Portugal, como Braga, Coimbra, Évora, Faro, Lisboa e Porto, nos Açores foi em Angra do Heroísmo. 
     Em Lisboa, a marcha saiu da Praça do Marquês de Pombal, em passeata até ao Palácio de São Bento, com palavras de ordem como "Fora, fora daqui, a fome, a miséria e o FMI", estiveram presentes membros e simpatizantes do PH Partido Humanista, BE Bloco de Esquerda, PCTP Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses, foi visivel a presença de outros rostos da oposição politica portuguesa, de intelectuais, artistas, membros da igreja e outras comunidades religiosas, numa mistura multicultural com gente de todos os quadrantes da nossa sociedade neste protesto contra uma politica claramente contraproducente para o bem comum e a justiça social.

     A manifestação dirigiu-se às escadarias do Parlamento, onde houve alguns incidentes com as forças policiais e dois manifestantes foram detidos.

      De resto as manifestações foram mais ou menos pacificas, tendo havido detidos em Nova Iorue e Londres, em Roma foi exceção com atos de vandalismo.

          Ver o site oficial em http://www.15deoutubro.net/


sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Conferência – Em Causa: Aprender a Aprender

Com o apoio da Fundação Francisco Manuel dos Santos (FMMS), realizou-se a primeira de uma série de conferências de 11 de outubro a 6 de dezembro de 2011, num total de 3 conferências.
A primeira conferência a realizar foi com o título “Em Causa: Aprender a Aprender”  que visa debater as práticas educativas, o processo de ensino e as metodologias adotadas atualmente, bem como será também abordada a questão da memória no âmbito da aprendizagem.
Esteve presente a psicóloga norte-americana Lynne Reder da Carnegie Mellon University, Paula Carneiro da Universidade de Lisboa e Pedro Albuquerque da Universidade do Minho.
A realização da Conferência foi feita em dois dias e em dois locais diferentes, o primeiro a 11 de outubro em Aveiro – no auditoria da reitoria da Universidade daquela cidade, e o segundo no dia 12 de outubro em Lisboa, na Torre do Tombo, em ambos os casos com entrada livre, mas requereu inscrição antecipada pelo site da FFMS.
As conferências que se seguirão serão “O Valor do Ensino Experimental”, a 10 e 11 de novembro em Lisboa e Braga, a última “Aprender Uma Segunda Língua”, dias 5 e 6 de dezembro do corrente ano, em Faro e Lisboa, no entanto voltaremos a lembrar os leitores das respectivas conferências.
Para mais informação contacte-nos em educacao@ffms.pt.

Autor Filipe de Freitas Leal

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

13º Congresso de Gerontologia Social


SPGG – Sociedade Portuguesa de Geriatria e Gerontologia, está a realizar o 13º Congresso de Gerontologia Social, que decorre nos dias 13 e 14 de outubro, com o tema central do Envelhecimento Ativo: O Conhecimento Científico e as Recomendações para a Ação.
Tendo lugar no Altis Park Hotel nas Olaias, o Congresso tem a participação dependente de inscrição que poderá ser feita no momento, com um custo de 40€.
Trata-se de um Congresso muito pertinente para profissionais, estudantes e interessados nas áreas do Serviço Social e da Gerontologia e que ocorre na sequência do 32º Congresso Português de Geriatria também organizado pela SPGG nos antecedentes dias de 11 e 12 de outubro.
O Congresso inicia dia 13 de outubro, 5ª Feira, pelas 09h15, encerrando às 18h15 do dia 14 de outubro, 6ª feira. Terá a participação de importantes figuras da sociedade portuguesa.
Abaixo deixo assinalados os temas abordados nas palestras, que penso serem de maior relevância  e interesse para os interessados na área da Ação e Serviço Social, a saber:
Dia 13 de outubro
Saúde e Envelhecimento, Novos Desafios do Conhecimento Cientifico: Envelhecimento e Imunidade -  Pelo Professor Doutor Manuel Barbosa (Diretor do Serviço de Imunoalergologia do Hospital de Santa Maria às 09h15.
- Quem são e como vivem os portugueses mais velhos? – Pela Drª. Maria José Carrilho (INE Instituto Nacional de Estatísticas) às 11h15.
- Envelhecimento Ativo: Conteúdos, Estudos e Propostas de um Manual –Pela Professora Doutora Constaça Paúl (Professora Catedrática do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar),  comentador o Professor Doutor Manuel Carrageta (Presidente da SPGG) às 09h15.
- Conhecimento em Gerontologia e Recomendações Internacionais – Pela Drª Virginia Braz Gomes (Ministério do Trabalho e Segurança Social, Lisboa) às 14h30.
- Envelhecimento Ativo – Perspectivas Autárquicas – Professora Doutora Berta Nunes (Médica e Presidente da Câmara Municipal de Alfandega da Fé) às 15h15.
O Papel das Farmácias nos Cuidados de Proximidade -  Pelo Dr. António Hipólito de Aguiar (Presidente Regional da Ordem dos Farmacêuticos, Lisboa) às 16h30.
Dia 14 de Outubro
Novas Tecnologias e Novas Mentalidades: Ultrapassar Barreiras -  Pelo Arquiteto Jorge Falcato (do Departamento de Ação Social da Câmara Municipal de Lisboa).
A Medicina e o Voluntariado em Saúde – Pelo Dr. João Malhadas Martins (Projeto Saúde na Rua e da Associação Conversa Amiga) Comentadores são o Monsenhor Victor Feytor Pinto (Presidente da Comissão Nacional do Voluntariado) e o Professor Doutor Gentil Martins (Cirurgião Plástico e Reconstrutivo – Membro do Conselho Multidisciplinar da SPGG).
Prevenção do Isolamento e da Depressão -  Os Novos Reformados – Pelo Professor Doutor Mário Simões (Psiquiatra e Professor da Faculdade de Medicina de Lisboa) comentador Professor Doutor Fausto Amaro (Doutorado em Ciências Sociais, Professor do ISCSP /UTL Universidade Técnica de Lisboa, Diretor do Centro de Estudos da Família do ISCSP, Lisboa).
Avós e Netos – Relações Intergeracionais, com apresentação do Livro e Estudos Realizados – Pela Mestre Stella António (Do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas ISCSP/ UTL) tendo como comentador o Professor Doutor Daniel Serrão (Membro do Conselho Multidisciplinar da SPGG).
O congresso conta ainda com intervenções dos Exmos Srs. Professor Doutor Manuel Carrageta, Presidente da SPGG que preside à abertura e também à palestra de encerramento do Congresso.
Contactos: Secretariado do Congresso 918 494 468
Ou para PRISMÉDICA – 213 584 380 ou pelo mail congresso@prismedica.pt.
Custo de Inscrição: 40€
Data e Hora: 13 e 14 de Outubro das 09h15 até às 18h15
Local: Altis Park Hotel, Av. Eng. Abrantes de Oliveira, nº. 9 – 1900-221 Olaias junto à saída da Estação do Metro das Olaias..

Filipe de Freitas Leal 

Este artigo respeita as normas do novo Acordo Ortográfico.


contador de visitas Pessoas viram este artigo

Sobre o Autor

 - Nasceu em 1964 em Lisboa, é estagiário em Serviço Social, numa ONG, tendo se licenciado pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa - ISCSP/UL, Fundou este blog em 2007, para o debate de ideias e a defesa do ideal humanista e da solidariedade social, edita ainda outros blogs, cujo teor vai da filosofia à teologia, passando pelo apoio ao estudo autodidático. (ver o Perfil)